Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. Jr. 6:16

"Estou crucificado com Cristo" "Ich bin Mit Cruscificado Christus" "Yo estoy crucificado con Cristo" "Ik ben gekruisigd met Christus" "Я являюсь распят со Христом" キリストと共に十字架につけられています。Je suis crucifié avec le Christ 我是與基督釘在十字架上 אני ונצלב עם המשיח

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

AI DE MIM – FOI GRAÇA

Quando Te conheci tua lei feriu meu coração mostrando-me quão pecador eu era, foi Tua lei quem me fez verdadeiramente cônscio da minha condenação! Mas quanto mais pecador me sentia mais carecia de Ti, pois dia-a-dia Tua graça se punha a dizer-me que Tu condenara em Cristo todo meu pecado e que a condenação dEle era minha completa absolvição! Graça, foi Graça, Superabundante Graça!!!
Hoje Canto com alegria: O véu que separava já não separa mais…

meus amados irmãos, somos, de fato pecadores que carecem da graça de Deus, basta olharmos para o que Jesus ensina em sua Palavra nos mostrando a falência do nosso coração e a nossa incapacidade de servir a Ele. Na parábola do fariseu e do publicano Ele simplesmente faz uma diferenciação entre um pecador que tenta agradá-lo com coisas que podemos fazer e que se orgulha de cumpri-las e um outro que só consegue confessar quem sabe que realmente ele é. O fariseu somos nós quando tentamos amenizar os nossos pecados contando pra Deus as nossas medíocres vitórias, graças a Deus por não nos permitir permanecer assim. Pelo contrário, o Pai, volta e meia nos convence do quanto somos pecadores, este é o ministério do seu Espírito. Já o publicano somos nós depois de rendidos ao fato de que somos pecadores demais pra pôr em conta as nossas supostas boas obras. No fim das contas ele sai justificado, porque ninguém QUE foi ao céu, a não ser o próprio Cristo, foi por ser justo em si, mas sim por ser justificado.

O problema conosco é o problema que nunca quer nos abandonar, sempre estamos dizendo coisas do tipo: – Não desista, não pare, continue lutando! Tudo bem, se já somos conscientes de que nossa luta não nos compra o céu e se conhecemos a soberania de Deus a ponto de saber que não há preço que nós possamos pagar pela sua aceitação ou presença. Mas até onde temos ido em nossa arrogância? Deus está nos convidando hoje a desistir de tentar e simplesmente confiar em Cristo. AGRAÇA VALE MAIS DO QUE QUALQUER ESFORÇO QUE POSSAMOS FAZER, ela é capaz de restaurar o mundo e todas as suas gerações à perfeita comunhão com o Pai.

Como o publicano que tinha plena consciência de pecado, eu sei que você também tem do seu, basta responder se vamos continuar tentando nos limpar sozinhos ou se vamos bater no peito chorando, olhar pro céu e dizer: Sou pecador, salva-me! Ou como Lutero: “Sou teu, salvai-me”. É o grito do coração cônscio de si que diz como Isaías: – AI DE MIM! Diga neste momento isso para Deus e prove do doce consolo do Espírito Santo.

Abandone a rebelião do orgulho e da prepotência hoje e pregue para si mesmo que você não se basta, você precisa ser SALVO!

PAZ


Pr. Dell Cordeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!

Pages