Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. Jr. 6:16

"Estou crucificado com Cristo" "Ich bin Mit Cruscificado Christus" "Yo estoy crucificado con Cristo" "Ik ben gekruisigd met Christus" "Я являюсь распят со Христом" キリストと共に十字架につけられています。Je suis crucifié avec le Christ 我是與基督釘在十字架上 אני ונצלב עם המשיח

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

“Ele aprendeu a obediência pelo que padeceu” – JoãoAlfredo

Dentre todas as questões relacionadas à Igreja do Senhor Jesus, certamente a questão da autoridade é a mais mal compreendida pela grande maioria dos cristãos. Isso acontece porque o homem natural considera a autoridade uma posição a ser alcançada através de méritos ou ganha pela decisão de outros homens. Como um cristão carnal, que é menino em Cristo, ainda busca posições e méritos, seu desejo é ter um lugar elevado estar em posição de destaque dentre os demais.
Na verdade a autoridade, segundo o Senhor Jesus, não é um lugar elevado ou de destaque, mas o lugar mais baixo de todos. Para que um irmão possa ser considerado como autoridade,  ele precisa servir a todos e ser o menor dentre todos.
E para que isso aconteça é preciso aprender a obediência e estar em sujeição a todos, servindo a todos. Foi assim com o Senhor Jesus, Ele veio para servir e dar a Sua própria vida por todos, deve ser assim com Seus discípulos. O discípulo não é maior do que seu Mestre.
O espírito que deve haver em todo cristão é o de submissão e isso só pode ser aprendido através do sofrimento. Assim como o Senhor Jesus, como homem, teve que aprender a obediência através do sofrimento, assim deve ser com todo cristão.
Este espírito de submissão é gerado e sustentado pela Vida do Senhor Jesus no cristão.
Portanto a verdadeira autoridade é uma questão de vida e não de posição. A obediência irrestrita às ordens do Mestre e o servir a todos os irmãos conduzem à verdadeira autoridade.
Infelizmente não tem sido assim no meio da cristandade de hoje.
As assim chamadas igrejas de nossos dias, sejam denominacionais ou não, colocam homens em posição de autoridade sobre os demais. Estes homens são servidos pelos demais ao invés de os servirem. Esta é a condição dos chamados pastores de hoje. Eles são servidos pelos demais irmãos recebendo salário ou ajuda financeira, enquanto na verdade eles deveriam servi-los dando a sua própria vida por eles.
Nossa oração é para que o Espírito Santo manifeste em cada um de nós a Vida de submissão e obediência do Senhor Jesus, para que a Sua autoridade seja plenamente reconhecida através da Igreja. Amém. !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!

Pages