Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. Jr. 6:16

"Estou crucificado com Cristo" "Ich bin Mit Cruscificado Christus" "Yo estoy crucificado con Cristo" "Ik ben gekruisigd met Christus" "Я являюсь распят со Христом" キリストと共に十字架につけられています。Je suis crucifié avec le Christ 我是與基督釘在十字架上 אני ונצלב עם המשיח

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O homem a quem Deus usa 1 – Hernandes Dias Lopes

Lucas 3.1-14

QUAL É A MAIOR NESSECIDADE DO MUNDO HOJE?

1.A maior necessidade do mundo é de Deus, que sejamos usados por Deus. Deus não unge métodos, Deus unge homens. Não precisamos de melhores métodos, mas de melhores homens.

2.Havia 400 anos que a Nação de Israel estava sem ouvir a voz profética. Ele não veio da classe sacerdotal. Não veio no palácio. Mas veio a Palavra do Senhor a João, no deserto. Deus usa gente estranha, em lugares estranhos e em situações muito estranhas.

3.João Batista era fruto de profecia, resposta de oração, milagre do céu.

I. É UM HOMEM COM UMA MISSÃO – V. 4

1.Por que Deus usou este homem?

a)Porque ele não era um caniço balançado pelo vento (Mt 11:7-11)

7Quando os discípulos de João foram embora, Jesus começou a dizer ao povo o seguinte a respeito de João:

– O que vocês foram ver no deserto? Um caniço sacudido pelo vento? 8O que foram ver? Um homem bem vestido? Ora, os que se vestem bem moram nos palácios! 9Então me digam: o que esperavam ver? Um profeta? Sim. E eu afirmo que vocês viram muito mais do que um profeta. 10Porque João é aquele a respeito de quem as Escrituras Sagradas dizem: “Aqui está o meu mensageiro, disse Deus. Eu o enviarei adiante de você para preparar o seu caminho.” 11Eu afirmo a vocês que isto é verdade: de todos os homens que já nasceram, João Batista é o maior. Porém quem é menor no Reino do Céu é maior do que ele. 12Desde os dias em que João anunciava a sua mensagem, até hoje, o Reino do Céu tem sido atacado com violência, e as pessoas violentas tentam conquistá-lo. 13Até o tempo de João, todos os Profetas e a Lei de Moisés falaram a respeito do Reino. 14E, se vocês querem crer na mensagem deles, João é Elias, que estava para vir. 15Se vocês têm ouvidos para ouvir, então ouçam.

Hoje estamos vendo líderes vendendo seu ministério, negociando valores absolutos, mercadejando o evangelho. João não transigia com a verdade. Ele denunciava o pecado na vida do rei, dos religiosos, dos soldados e do povo.

Ele não era um profeta da conveniência. Seus inimigos diziam: Tem demônio; Jesus dizia: É profeta!

b)Porque era uma lâmpada que ardia e alumiava (Jo 1:6-9)

Ele não era a luz, mas uma lâmpada que ardia e alumiava. Ele apontou para Jesus: “Eis o Cordeiro de Deus”. Ele não buscou glórias para si mesmo. Disse: “Convém que ele cresça e eu diminua”.

Ele era como uma vela: iluminou com intensidade enquanto viveu.

c)Porque ele não era um eco, mas uma voz (Jo 1:22,23)

João não apenas proferia a verdade, ele era boca de Deus. Ele falava com poder.

Hoje, há muitas palavras, mas pouco poder; as pessoas escutam belos discursos, mas não vêm vida. Ele prega o conhece e experimenta.

Ele não era da elite sacerdotal. Ele não estava no templo. Mas havia poder em sua vida.

Não basta ser um eco, é preciso ser uma voz.

Não basta carregar o bastão profético como Geazi, é preciso ter poder como Eliseu. Não basta falar aos homens, é preciso conhecer a intimidade de Deus.

“Se Deus não falou com você, não fale a nós.”

d)Porque ele era um homem humilde (Mt 3:11)

João Batista disse: “eu não sou digno de desatar-lhe as correias das sandálias”. Disse ainda: “Convém que ele cresça e eu diminua”.

e)Porque ele era um homem corajoso (Lc 3:19)

João Batista não aplaudiu Herodes quando ele casou-se com a mulher do seu irmão. Ele denunciou o pecado do rei. Ele preferiu ser preso e ser degolado do que transigir com a verdade. Ele preferiu a morte à infidelidade.

Hoje, há pastores que vendem o ministério e a própria alma por dinheiro. Em vez de denunciar o mal, praticam-no.

f)Porque era um homem cheio do Espírito Santo (Lc 1:15)

João Batista era um homem cheio do Espírito Santo desde o ventre materno.

Aos 5 meses de idade, estremeceu de alegria no ventre da sua mãe. Aos 5 meses já vibrava por Cristo. Há muitos que envelhecem frios e indiferentes ao Salvador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!

Pages