Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. Jr. 6:16

"Estou crucificado com Cristo" "Ich bin Mit Cruscificado Christus" "Yo estoy crucificado con Cristo" "Ik ben gekruisigd met Christus" "Я являюсь распят со Христом" キリストと共に十字架につけられています。Je suis crucifié avec le Christ 我是與基督釘在十字架上 אני ונצלב עם המשיח

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

SÉRIE FEITOS NOTÁVEIS DA CRUZ - ELE ANIQUILOU O PECADO


Obra do Senhor Jesus Cristo não se restringiu apenas a tratar com nossos atos pecaminosos em si para nos redimir. Purificar, justificar e inocentar deles: lá na cruz. Em seu corpo. Ele tratou também com o pecado, como principio maligno espiritualmente ativo no homem (Rm 7:17). A palavra de Deus encara o pecado como algo abstrato, mas como um domínio espiritual (fenômeno, uma lei, um princípio), gerado em satanás, que possui vida e poder próprio.  Por isso o diagnostico bíblico sobre o pecado e quem o comete: “...excessivamente maligno.” – Rm 7:13; “Quem comete pecado é do Diabo; porque o diabo peca desde o principio...” – I Jo 3:8a: “ O salário do pecado é a morte” – Rm  6:63a.

Se o senhor Jesus não tivesse aniquilado o pecado lá na cruz, tratando esta obra com absoluta prioridade (Hb 9:26 e 1Jo 3:8), o cristão  estaria condenado a um eterno circulo vicioso: pecar, pedir perdão, pecar, pedir perdão... etc. Esta era a maldição da velha aliança! “ Mas agora na consumação dos séculos uma vez se manifestou para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo” – Hb 9:26b. Neste versículo a palavra grega que traduzida por aniquilar, é “azétesin”. Que também significa abolir, anular. Então o pecado que vindo do Diabo entrou no mundo. Por um homem, o primeiro Adão (Rm 5:12), pelo último Adão. Jesus Cristo, o pecado foi retirado, anulado, abolido da vida dos homens, que pertencem a nova criação. Este é “o evangelho”, estas são as novas da cruz! “... eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” – Jo 1:29.

Conseqüências para nossa vida

Como o veneno da víbora. Introduzido no corpo de um cavalo, lá instituto Butantã. Ao instigar o mecanismo de defesa do próprio animal, acaba produzindo seu próprio antídoto e destruição. O pecado ao penetrar na vida santa de Jesus. Exigiu desde tal reação que condenou: “...Deus enviando seu filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado da carne” – Rm 8:3b. No corpo de Cristo o pecado nEle introduzido foi aniquilado e ali mesmo foi produzido o soro, os anti-corpos para que os regenerados tivessem uma vida completamente imunizada contra o pecado (2Co 5:21). Por isso uma nova lei foi escrita pelo senhor na cruz: “Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado, porque a sua mente permanece nele; e não pode pecar porque é nascido de Deus” – 1Jo. 3:9. Uma vida completamente livre do pecado é o que o senhor Jesus providenciou para nós ao vencer o pecado lá na cruz, e se não fosse assim como o pai poderia cumprir seu propósito eterno de nós fazer semelhantes ao seu filho poderia cumprir seu propósito eterno de nos fazer semelhantes ao seu filho primogênito (Rm 8:29)? E se esta vida totalmente liberta do pecado não fosse possível aos regenerados. Como se cumpririam as escrituras que dizem: “...qual Ele é, somos nós também neste mundo” – (1Jo 4:17b)? Você crê e confessa isto? Você já experimentou este perfeito livramento pecado em Cristo? Muitos dizem que isto é impossível é uma heresia. O fato de poucos de nós termos a experiência de ressuscitar os mortos, não anula a verdade bíblica que o Senhor ressuscita os mortos. Assim também se ainda não temos a experiência de uma vida completamente livre do pecado, não procuremos com isto tentar anular a obra de Cristo na cruz e a veracidade de sua palavra. Pelo contrario. Diante da proclamação de uma tão grande salvação, totalmente impossível as religiões, teologias, denominações, ideologias e esforços humanos, vamos reagir como a virgem de Nazaré: “...cumpra-se em mim segundo a tua palavra.” – (Lc 1:38). E a experiência de uma vida passara a ser uma maravilhosa realidade! Aleluia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!

Pages