Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. Jr. 6:16

"Estou crucificado com Cristo" "Ich bin Mit Cruscificado Christus" "Yo estoy crucificado con Cristo" "Ik ben gekruisigd met Christus" "Я являюсь распят со Христом" キリストと共に十字架につけられています。Je suis crucifié avec le Christ 我是與基督釘在十字架上 אני ונצלב עם המשיח

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Whitney Houston: Vida e Morte

Infelizmente a história se repete, assim como foi com Elvis e tantos outros cantores que começaram na igreja e foram para uma vida longe de Deus e perto dos prazeres deste mundo. Ela nasceu Whitney Elizabeth Houston em Newark, Estados Unidos, em 9 de agosto de 1963. Recebeu na infãncia a influência cristã evangélica, aos onze anos cantava no coral de uma Igreja Batista. 

Era filha de John Russell Houston Jr e de Cissy Houston. A mãe, sua prima, Dionne Warwick e a madrinha, Aretha Franklin, eram cantoras gospel R&B e soul. Em 1978 ela registrou pela primeira vez sua voz num disco de sua mãe, Think It Over. E depois passou a fazer vocais em discos de famosos, como Chaka Khan e Jermaine Jackson, irmão do famoso Michael. E aos dezesseis anos, usou a beleza para ganhar dinheiro, começou a fotografar como uma modelo profissional para revistas importantes.

Em 1983 ela assinou seu primeiro contrato como cantora, na gravadora Arista Records. Dois anos depois estava nas lojas seu primeiro disco, que tinha seu nome. O álbum bateu o True Blue, de Madonna, nas vendagens, vendeu 25 milhões de cópias e foi apontado como o álbum de estréia mais bem vendido de todos os tempos.

No de 1987 ela lançou o segundo álbum, e foi a artista mais vendida nos Estados Unidos e Reino Unido. Ela também conseguiu o feito de colocar sete músicas no primeiro lugar das paradas de sucesso no rannkig da revista Billboard, ultrapassando os Beatles e os Bee Gees, que haviam alcançado seis. Até hoje ela não foi superada. 

Em 1989 Whitney embarcou numa turnê com BeBe & CeCe Winans fazendo backing vocal, mostrando que o sucesso não fez perder a cabeça. 

Em janeiro de 1991, ela cantou "The Star Spangled Banner" (o hino nacional norte-americano) no XXV Super Bowl em Tampa na Flórida. Depois lançado como single e vídeo, se tornaria a única versão do hino nacional norte-americano a virar um "hit", vendendo um milhão de cópias. dinheiro arrecadado com as vendas do single foi revertido à Cruz Vermelha Norte-Americana. Ainda em 1991, Whitney usou sua identificação com o público em prol das vítimas da Guerra do Golfo, quando fez um show beneficente exibido pela HBO sob o título "Welcome Home Heroes with Whitney Houston". 

Em 1992, estrelou ao lado de Kevin Costner o filme O Guarda-Costas. Estrondoso sucesso de bilheteria, gerando mais de 500 milhões de dólares no mundo todo. Ela colocu a voz em seis novas canções para a trilha-sonora do filme. "I Will Always Love You" ultrapassou todas as expectativas, tornou-se um mega "hit" para a cantora, a décima música a alcançar o primeiro lugar nos Estados Unidos e permanecer 14 semanas no topo dos sucessos transformar-se no single com mais cópias vendidas, dez milhões.

Também em 1992, casou-se com o cantor Bobby Brown e chocou a todos. Ela tinha uma imagem serena enquanto ele era considerado um bad-boy. A união estranhada tinha razão de ser, pois o matrimônio provocou diversos escândalos. Separou-se em 2007. Brown, enquanto marido foi preso diversas vezes, e após a separação por deixar de pagar a pensão para a filha que teve com a cantora.

Em 1994 ela esteve em turnê por São Paulo e Rio de Janeiro. E ao lado de Pelé apareceu no gramado do jogo Brasil e Itália, quando cantou no desfecho da Copa mo Mundo, realizada nos Estados Unidos. 

1995 foi ano de outro filme e novo single bem-sucedidos.

No ano de 1996 ela filmou com Denzel Washington, ator cristão, o remaker The Preacher's Wife (no Brasil, Um Anjo em Minha Vida). Whitney lançou o álbum gospel, trilha-sonora do filme e o mesmo e se transformou no álbum gospel mais vendido da história, também tendo sido indicada ao Oscar de melhor trilha-sonora original. Whitney cantou catorze das quinze quinze faixas do álbum, incluindo os "hits" "I Believe in You and Me" e "Step by Step".


1997: Whitney rodou um especial para o canal de televisão ABC, como atriz e produtora, uma versão do clássico Cinderela, interpretando a Fada Madrinha. A atração foi recorde de audiência, mais de sessenta milhões de telespectadores, entrando para a história como um dos programas mais vistos da história da televisão norte-americana.


No ano de 1998 gravou um dueto com Mariah Carey, "When You Believe", para a trilha-sonora do filme animado O Príncipe do Egito. O single ganhou o Oscar de Melhor Canção Original. Ainda em 1998, lança novo álbum, My Love Is Your Love, que depois após oito anos não era trilha-sonora de filmes. O álbum vendeu doze milhões de cópias no mundo todo, sendo cinco milhões somente nos Estados Unidos e Whitney ganhou seu sexto Grammy. Saiu em turnê e ganhou elogios de público e crítica.


Em 1999 Whitney lançou o álbum duplo The Greatest Hits, uma compilação dos maiores "hits", ao lado de inéditas e remixes, o lançamento vinha acompanhado de DVD com entrevistas, imagens de bastidores e de videoclipes. Neste mesmo ano também participou do projeto Divas.


Em 2000 a cantora esteve afastada do público.


Em 2001, voltou aos holofotes em Nova York, para homenagear Michael Jackson, que celebrava  trinta anos de sua carreira solo.


Em dezembro de 2002, Whitney lançou Just Whitney, devido problemas pessoais, a repercussão deixou a desejar, fracassou. A cantora revelou ao seu público que era consumidora de cocaína, maconha, alcool e outras drogas.


Em Novembro de 2003, um álbum de Natal foi lançado pela cantora, One Wish: The Holiday. Trouxe alguns clássicos natalinos cantados de forma impressionante por Whitney, a faixa inédita ficou por conta de One Wish, música que dá nome ao álbum e tem o melhor do estilo gospel contemporâneo.


Em 2004, a cantora passa por cinco dias de internação em clínica de reabilitação do vício em drogas. Em 14 de Setembro de 2004, fez uma interpretação ao vivo de "I Believe In You And Me" e "I Will Always Love You" no World Music Awards, como tributo a seu produtor e antigo amigo Clive Davis.


2005 também é marcado por internamentos devido aos mesmos motivos. E pelo embarque na turnê internacional Soul Divas, acompanhada de Dione Warwick e Natalie Cole. É também o ano em que Whitney participou do reality-show Being Bobby Brown. Ela apareceu na televisão em um programa reality show, quando o público da cantora vislumbram os altos e baixos de sua privacidade.

.
Em 2006, Whitney se divorcia do cantor Bobby Brown, após diversas polémicas, vítima de violências domésticas, escândalos com drogas. Afirma estar bem, referindo-se à dependência química e do álcool Aparece em eventos públicos usando a grife Armani ao lado da prima Dionne Warwick, é ovacionada pelo público. É capa da revista brasileira Raça Brasil, que a homenageia por lutar contra seu vício.

No ano de 2007, Whitney foi eleita a "A Rainha da Balada", pelo site BlackAmericanWeb, que coloca em destaque a sua trajectória como cantora e todos os seus feitos. É anunciado retorno da cantora em 2009 com um novo CD de inéditas.


2008: vivendo em Laguna Beach, próxima de Warren Boyd, seu consultor que a ajuda no problema com as drogas, Whitney dedica-se à filha Bobbi Kristina e também à sua nova produção fonográfica. Ela renova o contrato com a gravadora Arista Records por 100 milhões de dólares, o acordo seria para diversos álbuns.


2009. A espera termina. É lançado o aguardado álbum de retorno de Whitney Houston, intitulado I Look To You em 31 de Agosto de 2009.  A estreia acontece com 305 mil cópias vendidas na primeira semana, posto dos mais vendidos nos Estados Unidos, e o primeiro em mais doze países.


Em 14 de Setembro de 2009, Whitney Houston pôs fim ao silêncio após sete anos calada, apareceu no programa The Oprah Winfrey Show. A cantora respondeu sobre a relação conturbada com o ex-marido, fé, família, problemas com as drogas. Depois, fez excursão promocional pelas televisões euroréias para promover o disco. Precisou interromper turnê na Europa devido probleams de saúde. No mesmo ano, recebeu homenagem  no American Music Awards em Los Angeles, e recebeu o troféu das mãos do ator Samuel L. Jackson, agradeceu ao público por recebê-la de volta ao showbiz e foi aplaudida de pé.


No início de 2010, Whitney relançou uma edição especial de seu primeiro álbum, intitulado Whitney Houston – The 25th Anniversary Deluxe Edition, celebrando seus 25 anos de carreira.


Whitney também recebeu o NAACP Image Awards por Melhor vídeo clipe para "I Look To You" em 23 de fevereiro de 2010 e recebeu uma indicação ao Echo Awards, a versão alemã do Grammy, por Melhor Artista Internacional.


Em 13 de janeiro de 2010, Whitney foi homenageada no BET Honors Award. O BET Honors 2010 foi realizado no teatro Warner, em Washington, DC e foi exibido em 29 de janeiro de 2010. Jennifer Hudson cantou o clássico I Will Always Love You e Kim Burrell cantou I Believe in You.

Ela compareceu ao evento BET's Celebration of Gospel 2011, em Los Angeles, e surpreendeu o público. Cantou ao lado de Kim Burrel a canção "I Look To You", dando muitos aleluias a Deus, comovendo todos os presentes e telespectadores. Assista ao vídeo deste momento.



Viajou em turnê pela Ásia, Austrália e Europa e arrecadou uma estimativa de mais de 36 milhões de dólares com os shows.

11 de Fevereiro de 2012, sábado: De acordo com o site "TMZ", um representante da artista informou que Whitney morreu durante a tarde em sua casa. A informação foi dada à agência "Associated Press", e logo começou a curcular. Porém, outra corrente afirma que ela foi encontrada no Berverly Hilton, hotel em Los Angeles, EUA. Ela foi declarada em óbito às 15h55 do horário local. Estaria na cidade para participar do Grammy Award, no domingo, quando homenagia o empresário Clavy Davis. Sua mãe declarou que conversou com a filha por telefone pouco antes dela morrer, e não notou nenhum problema.

.
Wihtney vendeu 170 milhões de álbuns em sua carreira, chegou 30 vezes no topo da parada da Billboard Music Award, 22 American Music Award, ganhou seis prêmios Grammys, dois Emmy Award, e somou um total de 415 prèmios ao longo da carreira.  Planejava lançar um novo álbum neste ano.

Que ela possa ter alcançado o maior e melhor prêmio de todos, a vida eterna com Deus.


Deus console sua família.


E.A.G.

Fonte: UBE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!

Pages