Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. Jr. 6:16

"Estou crucificado com Cristo" "Ich bin Mit Cruscificado Christus" "Yo estoy crucificado con Cristo" "Ik ben gekruisigd met Christus" "Я являюсь распят со Христом" キリストと共に十字架につけられています。Je suis crucifié avec le Christ 我是與基督釘在十字架上 אני ונצלב עם המשיח

segunda-feira, 26 de março de 2012

Os evangélicos e o culto ao corpo

Por Renato Vargens
Vamos malhar, vamos malhar! Corre, pula, salta, levanta peso, triceps, biceps, abdominal, o negócio é ficar sarado, malhadão, gostosão.
Outro dia ouvi um rapaz dizendo: ” A mulherada pira diante de um tanquinho.” Uma moça, evangélica afirmou toda orgulhosa: “gosto de malhar porque eu fico gostosona.”
Caro leitor, o culto ao corpo é uma triste realidade evangélica. Lamentavelmente milhares de moças e rapazes lotam as academias com o objetivo único de endeusarem a sim mesmos.
Pois é, com a pressão dos ideais de beleza impostos pela indústria da moda e alimentados pela mídia, a valorização do corpo perfeito tornou-se uma obsessão tupiniquim. Hoje cada vez mais pessoas buscam formas de transformar o físico, em busca da perfeição de acordo com os padrões mundanos. Doenças como anorexia, bulimia e vigorexia [transtorno caracterizado pela prática de exercícios físicos em excesso] tomaram um vulto assustador. Muitos colocam suas vidas em risco, consumindo remédios para emagrecer e anabolizantes ou até mesmo fazendo cirurgias desnecessárias.”
O que falar então das roupas usadas pelas moças? Confesso que fico assustado com as malhas que algumas evangélicas tem usado nas academias. Calças justíssimas, tops apertadíssimos infelizmente fazem parte da vestimenta evangélica. Pra piorar a situação, muitas dessas moças saem as ruas vestidas a caráter despertando sensualidade a todos aqueles que por elas passam.
Prezado amigo, exercícios físicos são saudáveis e fazem bem. Cuidar do corpo é mais do que obrigação do cristão, entretanto, se a motivação do que se exercita não é glorificar ao Senhor através de uma saúde perfeita, peca contra o Eterno, fazendo do corpo, um instrumento de idolatria.
Isto , posto, aconselho a todos aqueles que se esmeram em exercícios físicos que avaliem de forma sincera os reais objetivos de tanta malhação.
Naquele que sonda as reais motivações do coração,
Renato Vargens.
***
Renato Vargens é pastor, conferencista e colunista do Púlpito Cristão.

E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!

Pages