Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. Jr. 6:16

"Estou crucificado com Cristo" "Ich bin Mit Cruscificado Christus" "Yo estoy crucificado con Cristo" "Ik ben gekruisigd met Christus" "Я являюсь распят со Христом" キリストと共に十字架につけられています。Je suis crucifié avec le Christ 我是與基督釘在十字架上 אני ונצלב עם המשיח

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Igreja doa 100% dos dízimos e ofertas aos pobres

Por Wesley Moreira
Passar a sacolinha durante os cultos de domingo, para cumprir o orçamento não era suficientente para os líderes de uma pequena igreja no Mississippi.
Então, dois anos atrás, o pastor e os líderes da Igreja Batista Traceway na cidade de Clinton começaram a orar sobre a melhor forma de servir a sua comunidade. Após dois meses de oração e jejum, eles ouviram de Deus que deveriam dar todos os dízimos e ofertas alçados pela igreja e doar aos pobres.
“Essencialmente, nossa oração era: Deus, o que podemos fazer para que quando as pessoas olhem para nós elas vejam a Ti?” Explicou o Pastor da igreja, John Richardson (foto), em entrevista ao Jornal Christian Post.
“Quanto mais oravamos mais sentiamos Deus nos dizendo: “Se vocês querem me apresentar para a sociedade tornem-se generosos, porque Eu Sou generoso”, explicou Richardson. “A forma como nós interpretamos que poderiamos realizar a vontade de Deus foi em doar todos os nossos dízimos e ofertas aos mais carentes.”
Apenas 50 pessoas, muitas delas de natureza transitória, freqüentam regularmente Igreja Batista Traceway fundada seis anos atrás. No entanto, somente de Abril de 2010 a Abril de 2011, a igreja foi capaz de doar US $ 60.000 para pessoas carentes na comunidade. A igreja começou a doar os dízimos e ofertas no ano de 2009 e desde então as entradas tem aumentado.
O pastor Richardson, que escreveu um livro “Giving Away the Collecting Plate” (Doando a Sacolinha) lançado em Junho desse ano de 2012.
“Tudo o que é ofertado e dizimado em nossa igreja é doado para as mães abusadas, pessoas em situações ruins e basicamente vivendo com as roupas do corpo, pessoas que estão tentando se libertar de vícios, para os que perderam seus empregos, aos que enfrentam despejos por não pagarem suas hipotecas ou precisam de tratamento médico e não podem pagar, casos assim “, explica o Pastor Richardson.
Quando questionado sobre como a Igreja foi capaz de operar sem rendimentos provenientes de dízimos, Richardson disse: “Foi um processo interessante.”
Agimos por fé e obediencia a Deus. Não sabiamos o que fazer mas criamos na palavra de Deus. Quando fizemos a primeira doação de 100% das entradas, e não restou nada nem para o aluguel. Então líderes de outra igreja vieram falar conosco da Traceway. Eles ainda não sabiam o que estava acontecendo conosco, mas vieram nos dizer que sentiram que Deus lhes tinham ordenado algo a fazer. Eles nos disseram que ficariam honrados se a Igreja Batista Traceway Batista se mudasse para umas instalações da igreja deles que não estava sendo usadas. Eles nos ofereceram tudo, livre de taxas, de aluguel e de contas de luz e água.
“Nós também cortamos o que pudemos de nosso orçamento”, disse Richardson. Ao longo de um ano, notavelmente Deus providenciou doações fora da nossa comunidade para cada uma das necessidades orçamentarias da igreja” continuou Richardson, “quando você realmente começar a viver generosamente, especialmente se você sabe que é algo que Deus lhe pediu para fazer, isso abre seus olhos para o quão incrivelmente generoso Deus é para nós”, disse ele.
“Generosidade não é apenas uma coisa agradável de fazer, mas é provavelmente a resposta para o maior obstáculo espiritual que temos hoje para nos tornar discípulos de Jesus. A generosidade ao próximo carente é um antídoto para a ganância” ensina o Pastor, “a generosidade ajuda você a imitar os caminhos de Deus e tornar-se mais como Ele é. É um pedaço enorme do processo de discipulado que a maioria das igrejas perdeu.”
O livro de Richardson é destinado a ajudar igrejas e cristãos a pensar mais sobre ser generosos. “Trata-se de levar os líderes de igrejas a um lugar onde comecem a olhar para o dinheiro e se perguntarem: Estou vivendo como se esse dinheiro pertencesse a Deus ou pertencesse a mim?”
Richardson é formado em Teologia pelo Golden Gate Baptist Theological Seminary e já serviu como pastor por mais de 10 anos.
Em 2005, quando em meio a amigos, questionava eu sobre a viabilidade em utilizar a maioria das entradas da igreja para ajudar os mais carentes fui zombado como ‘pastor comunista’, creiam-me, nada é pior que ser acusado daquilo que você desgosta. Duas coisas se provam com a experiência da Igreja Traceway, que a Igreja pode sim se manter doando grande parte de suas entradas e que eu preciso escolher melhor minhas amizades.

Fontes: The Christian Church – Traceway Baptist Church. Do blog Wesmo, de Wesley Moreira, colunista do Púlpito Cristão.

E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!

Pages