Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. Jr. 6:16

"Estou crucificado com Cristo" "Ich bin Mit Cruscificado Christus" "Yo estoy crucificado con Cristo" "Ik ben gekruisigd met Christus" "Я являюсь распят со Христом" キリストと共に十字架につけられています。Je suis crucifié avec le Christ 我是與基督釘在十字架上 אני ונצלב עם המשיח

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

A síndrome do estrelismo gospel

Por Samuel Torralbo
Segue abaixo alguns dos sintomas que caracteriza alguém que possivelmente tenha sido contaminado pelo vírus da síndrome do estrelismo gospel:
1 – Necessidade de aparecer na mídia, inclusive a secular.
2 – Sensação de que, o culto não acontece sem a sua presença.
3 – Tristeza quando um crente não pede autografo.
4 – Não participa do culto, porque chega sempre na hora de se apresentar (pregar ou cantar).
5 – Fica ressentido quando é chamado de irmão, ao invés de reverendo, cantor, bispo ou pastor.
6 – No culto o seu assento precisa ter um lugar de destaque.
7 – Participa do evento somente quando o hotel é cinco estrelas, e a viagem é de primeira classe.
8 – Sucesso ministerial é sinônimo de vendas de Cds, Dvds, ou livros, como também, uma agenda cheia de compromissos.
9 – Para que um mero mortal consiga falar com ele (a), precisa passar pela secretaria.
10 – Comparece ao culto somente quando o cachê (que normalmente é exorbitante), já está pago ou previamente combinado.
O antídoto contra este veneno que tem se alastrado no tempo presente em muitos corações ávidos pelo “sucesso ministerial”, continua sendo aquele proposto por Paulo (o apóstolo): “Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.” (Gálatas 6.14)

Samuel Torralbo é colunista do Púlpito Cristão, e contribui com a subversividade ao mundo Gospel.
Ainda sugiro, para complemento, o texto Dossiê do Astro Gospel.

E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!

Pages