Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. Jr. 6:16

"Estou crucificado com Cristo" "Ich bin Mit Cruscificado Christus" "Yo estoy crucificado con Cristo" "Ik ben gekruisigd met Christus" "Я являюсь распят со Христом" キリストと共に十字架につけられています。Je suis crucifié avec le Christ 我是與基督釘在十字架上 אני ונצלב עם המשיח

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

6 coisas que líderes precisam saber a respeito de igrejas pequenas



Igrejas grandes e pequenas são importantes. Quando trabalhamos juntos, Jesus pode fazer coisas maravilhosas através de nós.
Cerca de 90% das igrejas, em todo o mundo, são compostas por menos de 200 pessoas. E 80% possuem menos que 100. Provavelmente não exista nenhum outro segmento que seja mais normativo que a igreja. Por outro lado, as igrejas pequenas geralmente são mal compreendidas.
Aqui estão seis verdades sobre pequenas igrejas, que cada líder deveria saber e levar em consideração.
1. Existem muitos de nós
Existem aproximadamente dois bilhões de pessoas que frequentam alguma igreja, e metade deles fazem parte de igrejas com 250 membros ou menos. Sim! Um bilhão delas frequentam pequenas igrejas.

2. Nós não somos coitadinhos, somos normais.
Igrejas em crescimento são ótimas. De fato, essa é a essência e propósito da Grande Comissão. Mas nem todos que estão participando do crescimento da igreja num contexto geral, correspondem a esse movimento. Ainda assim, por muitas vezes fizemos acreditar que, se uma igreja não é grande numericamente, algo está errado com ela, como se 90% das igrejas fossem “fracassadas”. Ser pequeno não significa necessariamente ter algum problema.
3. Nós temos necessidades diferentes das grandes igrejas
A maioria dos ensinos pastorais vem de perspectivas de grandes igrejas, trazendo consigo suas premissas. Mas igrejas pequenas funcionam de maneira diferente da que as grandes costumam funcionar. Se você não conseguir identificar o que está acontecendo em uma igreja de 5.000 membros, diminua dois zeros e então tente com uma de 50 membros. Pequenas igrejas são tão diferentes quanto roseiras são das palmeiras. O que elas têm em comum, é que ambas são saudáveis e tem condições de crescer. Mas roseiras e palmeiras crescem em tamanhos diferentes e tem propósitos diferentes.
4. Pequenas igrejas oferecem benefícios diferentes das grandes
A saúde de uma grande congregação é ótima. E elas podem fazer muitas coisas que as pequenas não conseguem. Em contrapartida, a saúde de igrejas pequenas é igualmente proporcional, e elas também podem fazer muitas coisas que as grandes não conseguem. O corpo de Cristo precisa de ambas.
5. As pequenas igrejas são responsáveis pelo crescimento da igreja global
Umas das vantagens das pequenas igrejas, é que elas podem multiplicar em uma velocidade maior do que as que são grandes. Em regiões onde o corpo de Cristo está crescendo de maneira exponencial entre a população, normalmente isso é efeito da multiplicação das pequenas congregações, que crescem mais rápido do que as de grande porte.
6. Nós amamos em Cristo nossos irmãos e irmãs de grandes congregações
O apóstolo Paulo nos disse que, como parte do corpo de Cristo, “o olho não pode dizer a mão: ‘Eu não preciso de você!’” E ele nos suplica, “que não haja divisão no corpo, mas que cada parte tenha igual cuidado um com o outo.“ (Coríntios 12: 21,25).
Igrejas grandes e pequenas são importantes. Quando trabalhamos juntos, Jesus pode fazer coisas maravilhosas através de nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!

Pages